29 novembro 2007

Diga o que entende por...

Título: "Diga o que entende por..."
Local:
Laboratório da parvoíce
Modelos:
Anita e os bonecos-de-neve
________________________________________________
A verdade é que muitas vezes me encontro em determinado local e por muito que a acção em meu redor seja aliciante, o meu pensamento anda a mil, divagando sobre as coisas mais estranhas... Ainda esta semana, durante uma interessante aula dei por mim a pensar no que de seguida vos escreverei...


Quero apenas partilhar a minha indignação perante a injustiça cometida por alguns professores deste país... Passo de imediato a explicar o porquê desta minha revolta...


De certeza que todos vocês durante testes ou exames já se depararam com frases como:


“Diga o que entende por...”
“Diga tudo o que sabe sobre...”

“Refira todos os ... que conhece.”


Pois bem, se eles perguntam “Diga tudo o que sabe sobre rinocerontes tailandeses com cólica” porque não poderei responder eu “Nada”??? Bem vistas as coisas a minha resposta estaria correcta... perguntaram o que eu sabia e eu não fiz mais do que responder concretamente o que sabia, um fantástico nada... até podia saber alguma coisa e nesse caso teria um enorme gosto em dar essa resposta, mas visto n ser o caso... responderia ao pretendido!! Como pode alguém discordar??


Diga o que sabe? Ora bem, não sei rigirosamente nada!!


“Refira todas as marcas de milho para pipocas que conhece...”
Respondendo eu a todas as que conheço, cuja resposta se mantém num nível basal a tender para o negativo, como podem marcar a resposta errada??


Só agora me apercebi o quão injusta foi a avaliação a que fui (e continuo a ser) submetida estes anos todos!!


BASTA!!
That's all Folks

4 comentários:

Anónimo disse...

Eu acho que até podiamos criar um grupo aqui no hi5 (já que temos grupos "contra a impossibilidade de escrever acentos no hi5")um grupo a favor da resposta "NADA" às perguntas ridiculas que nos foram fazendo ao longo da nossa vida académica???! Pode ser que algum professor com uma visão mais alargada do problema consiga entender o nosso ponto de vista e entre na nossa revolução para modificar as perguntas "do amanhã"...
*Sara

Juneau disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ah_e_tal!!! disse...

Ah como eu gosto destas reflexões profundas...

Joana disse...

Com essa técnica, concerteza não teria chumbado um ano!e, se for aceite, terei férias do Natal![acho que andamos a sonhar demais...]
adoro a expressão do boneco de neve da direita, mto clássico!
estou doentinha, dói-me a gargantinha...preciso de festinhas e carinhos EHEHEH

retiro-me em fase de espirros, até já!