25 junho 2008

Filosofia dicotómica: Escrúpulos

Título: "Filosofia dicotómica: Escrúpulos"
Local: Laboratório da parvoíce
Modelos: Anita
________________________________________________

Pausa no estudo. Apontamentos, sebentas e fotocópias de lado. Hora de acender o cachimbo. Hora de dactilografar (acordos ortográficos à parte) as poeirentas teclas de um portátil esquecido.

 

Há um assunto que há muito habita as estradas tortuosas do meu cérebro... uma vez em época de exames, a concentração de estupidez exacerba-se e a necessidade de exteriorizar certos pensamentos impõe-se!

 

Assim sendo, o que vos trago hoje é uma pequena reflexão acerca da tendência do povo português (e qui çá além fronteiras) em apenas se dirigir ao próximo para o ofender, deitar a baixo, achincalhar. Senão vejamos: tomando como exemplo a palavra "escrúpulos" é fácil verificar que a mesma é sempre conjugada na negativa!

- Aquele gaijo não tem escrúpulos!

 

[ESCRÚPULOS = hesitação de agir, com receio de errar, cuidado minucioso, demasiada susceptibilidade, remorso, repugnância; ESCRUPULOSO = aquele que tem escrúpulos, cuidadoso, exacto, recto]

 

Aqui surge a dúvida: não ter hesitação de agir é uma coisa negativa?? E porque não utilizamos a mesma expressão de forma a enaltecer as qualidades da outra pessoa?? Desta feita referindo-se à mesma como sendo cuidadosa, exacta, recta...

- Ui pá, aquele gaijo?? É um poço de escrúpulos!

 

Grito então a plenos pulmões para que fique registado o meu altruismo:

VÓS TENDES ESCRÚPULOS CAROS LEITORES!

22062008274

That's all Folks

7 comentários:

Dr. AL. disse...

conigo perdia os meus escrupulos...

nitapika disse...

Cof Cof!

monstro das bolachas nos andaimes disse...

escrupulos ainda posso ter mas...
nao em tantas doses como de parvoice aguda.

nitapika disse...

Pois, parece que a patologia é geral!

Joana disse...

e essa cadeira ficou no 2 ano, graçais à deuze![pronto, bati o fundo, hoje só me sai coisa parva da bouuuca!calê-me!]

Paola disse...

Pandinha, já bati na Joana, já a deixei inconsciente e agr digo-te que agradeço grandemente tal elogio e recorda-me [apesar d nesse momento eu estar a dormir na mente da Joana] a conversa que originou este bonito e inteligente post-entre-estudos!que venham mais, que essa parvoice é sp benvinda para aliviar o stress!
grande beijinho cordialmente cantado!
A sua sp,

Paola

JBrito disse...

Siga mais um!!