13 outubro 2009

Maitê Proença, o relato de um ser acéfalo

Título: "Maitê Proença, o relato de um ser acéfalo”
Local: gnt
Modelos: Maitê Proença

________________________________________________

A maior quantidade de anormalidade extrema que eu me lembro de ver condensada em 5:23 minutos…
 
… desde a pose, de perna aberta, no programa, até todas as anormalidades que saem daquela boca durante a reportagem!
 
 
Sintra, uma vilazinha perto de Lisboa” – claro, com tanta coisa para mostrar em Sintra, vamos falar da casinha com o 3 invertido! (Que aliás pode ter vários significados).
 
Padrão dos Descobrimentos, mandado construir por Salazar, ditador que esteve “mais de 20 anos” no poder.
 
Dentro da igreja dos Jerónimos temos Vasco da Gama mortinho, temos também Camões, olha lá como ele fica bem morto!
 
Não conseguiu arranjar um técnico informático no seu hotel de cinco estrelas (eu nem sabia que havia técnicos informáticos-SOS nos hotéis): “Mandaram um técnico que olhava para o meu mouse como se fosse uma capivara.” (sim, nós aqui em Portugal ainda não chegamos à era dos computadores)… mas graças a Deus ela consegui enviar um email às amigas a dizer que “não conseguia enviar emails de Portugal”, isto tudo numa imitação do nosso sotaque português, deplorável!
 
E para acabar em grande? Claro, cuspir numa fonte dos Jerónimos!
 
Volta por favor, que nós ficámos a gostar muito de ti!
 
 
A notícia aqui.

That’s all Folks

2 comentários:

Rodolfo disse...

Pah...que atrasada mental! Poupem-me!! Alguém diz a esta gaja que as reportagens devem ser preparadas? é o que dá porem actrizes como reporteres...!! Pah... Anita...espero que esta tipa um dia venha parar a este blog e pense que se não fossem os POrtugueses ela hoje era uma selvática ainda mais acéfala do que já é!

Matilde Quintela disse...

As críticas, ainda vá lá, liberdade de expressão (embora me tenha agitado os nervos), mas cuspir numa fonte dos Jerónimos?!
Que vá cuspir no computador dela. Ai espera.. Se calhar foi por isso que avariou.