24 novembro 2009

Acerca dos que mijam de pé

Título: "Acerca dos que mijam de pé” 
Local: Laboratório da Parvoíce 
Modelos: Incontinentes urinários

________________________________________________

Tenho andado a adiar este tema, temendo a polémica que poderá causar entre os especímenes do sexo masculino. Por isso vos peço, desde já, que atentais tanto ao meu tom de revolta intolerante como de alguma compreensão.
 
Falo-vos da quase obsessão dos homens em urinarem em locais públicos, que não os destinados a esse fim.
 
Ainda hoje, acabada de sair da A5 (auto-estrada que me conduz a casa), em plena hora de almoço e logo logo ali, mesmo depois da portagem, um carro parado. Os 4 piscas ligados, como se de uma urgência se tratasse. E lá estava ele, um senhor de meia idade a fazer a vontade à bexiga.
Aqui há dias, depois de uma corrida no passeio marítimo e mesmo à saída do McDrive, lá estava outro. Mais uma vez carro parado, 4 piscas ligados e outro senhor, também rendido às vontades da bexiga.
 
Isto, claro, já nem mencionando os inúmeros representantes do sexo masculino que o fazem desinibidamente em pleno Bairro Alto e que estão na origem da forte fragrância a amoníaco que se sente por aqueles lados.
 
Escrevo não por inveja, mas por incompreensão, como já referi! Há alguma limitação que vos (e desculpem a generalização) impeça de controlar o esfíncter uretral e esperar por um local mais indicado como, sei lá, uma casa de banho?? Ou aquela liberdade e sensação de ventinho de algum modo vos relembra o Paleolítico e as vossas semelhanças com o Homem-de-neandertal?
 
Pelo sim, pelo não, já encomendei uns destes (da imagem) para vos tentar compreender melhor, quem sabe para a próxima não serei eu, em plena rotunda do Marquês, a fazer o gostinho à bexiga.
 
 
go-girl
Go Girl – don’t take life sitting down
 

That’s all Folks

Sem comentários: